Donato Elétrico

Donato Elétrico

DONATO ELÉTRICO – JOÃO DONATO

LANÇAMENTO/ALBUM RELEASE – DONATO ELÉTRICO (2016, SeloSESC)

Nominee for Latin Grammy 16 as Best Instrumental Album

Aos 81 anos, quase 70 de carreira, João Donato se inventa mais uma vez. DONATO ELÉTRICO é seu novo álbum, totalmente inédito (seu primeiro de composições inéditas em quase 15 anos), cheio de idéias novas e produzido à moda antiga. Tocando intensamente instrumentos como o piano elétrico Fender Rhodes e sintetizadores e teclados analógicos, acompanhado de músicos centrais da cena contemporânea de São Paulo, Donato abraça a sonoridade de discos clássicos dos anos 70 como “A Bad Donato” e “Donato/Deodato” para encontrar sons diferentes de todos seus discos anteriores. Donato Elétrico foi gravado em 2015, com participação de músicos como Guilherme Kastrup, Marcelo Dworecki, Décio 7, Douglas Antunes, Bruno Buarque, Zé Nigro, Gustavo Ruiz, Laércio de Freitas, em estúdios como Traquitana, Minduca e Navegantes, produzido por Ronaldo Evangelista e mixado por Victor Rice.

Com nova formação elétrica, Donato realizou em São Paulo, em 2014, pela primeira vez show de seu disco clássico de 1973, “Quem é Quem”, recriado em detalhes 40 anos depois a partir dos arranjos e sonoridades originais, somados a novas idéias e intenções. Com levada revigorada, em 2014 Donato e banda, com participação de Tulipa Ruiz, apresentaram-se em palco aberto para 15 mil pessoas, no festival RecBeat, em pleno carnaval do Recife, e também a céu aberto na cidade histórica de Tiradentes, em Minas Gerais, dentro do festival Mimo. Em 2015, com seu conjunto elétrico, apresentou-se no Rock in Rio (mesmo festival em que apresentou-se ao lado da cantora Céu em 2011) e participou do show da banda Bixiga 70 no festival Sonoridades, em show aberto no Parque Laje, no Rio de Janeiro.

Parceiro musical de nomes como João Gilberto, Tom Jobim, Eumir Deodato, Mongo Santamaria, Chet Baker, Gilberto Gil, Cal Tjader, Tito Puente, Sergio Mendes, e compositor gravado por músicos e cantores como Cannonball Adderley, Wes Montgomery, Herbie Mann, Gal Costa, Elza Soares, Nana Caymmi, Marcos Valle, Caetano Veloso, Emilio Santiago, entre muitos outros, João Donato é figura fundamental na história do jazz latino, da bossa nova e de toda a música brasileira dos últimos 60 anos. De seu começo nos anos 50 até hoje, centenas de temas e canções e dezenas de discos solo depois, Donato se renova enquanto se mantém o mesmo, à vontade em qualquer situação.

O álbum Donato Elétrico, desenvolvido cruzando a energia dos melhores sons atuais – que não raro se influenciam pelo trabalho clássico do próprio Donato – com a vitalidade de suas oito décadas de atemporais criatividade e musicalidade, será lançado pelo SeloSesc em março de 2016, com apresentações na chopperia do Sesc Pompeia dias 11 e 12.

At 81 years old and almost 70 years of musical career, Donato invents himself again. ELECTRIC DONATO is his brand new album, the first new album including new songs in almost 15 years, full of new ideas and produced the old-fashioned style. Intensely playing instruments such as the Fender Rhodes, synthesizers and analog keyboards, accompanied by key new musicians of the contemporary scene of São Paulo, Donato embraces the sound of classic albums of the 70s as “A Bad Donato” and “Donato / Deodato” to find different sounds from all his previous albums. DONATO ELÉTRICO was recorded in 2015, with the participation of musicians such as Guilherme Kastrup, Marcelo Dworecki, Décio 7, Douglas Antunes, Bruno Buarque, Zé Nigro, Gustavo Ruiz, Laércio de Freitas, in em diverses studios from São Paulo such as Traquitana, Minduca and Navegantes, produced by Ronaldo Evangelista e mixed by Victor Rice.



VIDEOS